Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘crime’

as margens do rio

Scorcese fez uma carreira inteira dedicada à violência. Desde Alice doesn’t live here anymore até Shutter Island. Nesse percurso, foi descobrindo coisas que estão fora do âmbito jurídico. Coisas. A violência contra si mesmo, a violência contra o outro. A inadequação ao real. Temo que a arte não seja, de facto, tão transcendente. Há, antes, fenómenos que nos transcendem. O tio Stan explica, a partir de Burgess.

Read Full Post »

violência domesticada

São 2h30. Evito a discussão e tento não dar nas vistas. Acaba por ser inevitável reparar que se trata de um casal novo. A mulher pede encarecidamente ao homem para sair do seu carro. Ele, usando também um tom sereno, diz algo relacionado com o facto dela ter dormido no carro à porta de sua casa. Eles murmuram e eu tento não ouvir. No meio das suas vozes tranquilas, a mulher acusa-o de lhe ter posto um olho negro e a ter metido fora de casa. A conversa é pacata ao ponto de poder ser sobre ter chegado atrasado ao encontro. A banalização do mal, nestas circunstâncias, é aflitiva. Puseste-me um olho negro como me poderias ter pisado por seres distraído. Vamos trocar uma ideia sobre o facto de me teres dado uma carga de porrada só porque estavas irritado. Porque tu és assim. E eu, ao fugir de tão amena conversa, entrei em casa com uma terrível sensação de impotência e acordei cobarde.

Read Full Post »

o estranho caso de odelay

o all music guide é a mais completa enciclopédia musical do mundo, tanto física como virtualmente. ao longo dos anos as suas publicações têm sido um contributo inestimável para os melomaníacos, such as this one. acontece que hoje, ao procurar na discografia de beck o ano exacto de um disco em particular, apercebo-me que há uma omissão gravíssima no resto da discografia. não falo de um capricho daqueles descritos por hornby ou de um preciosismo histórico, falo sim de um dos discos mais importantes e influentes dos últimos 20 anos – odelay. o disco de ’95 que seria aclamado por todos como sendo, indiscutivelmente, um das obras maiores da música popular na década anterior, não consta na discografia do autor no site all music. nem a minha mãe ignora tal crime.

Read Full Post »

um vício

21cidade_de_deus

a cidade de deus tem características técnicas que fazem deste filme um dos melhores dos últimos 10 anos. planos, fotografia, enredo, narrativa e muitos outros pormenores. mas aquilo em que o filme é realmente poderoso é no retrato, um retrato sobre o vício do crime. aqui pelo subúrbio, mais do que o vício da droga, triunfou o vício do crime: carrinhas carregadas de armas, putos de 12 e 13 anos a roubar ao lado de grandes criminosos carrinhas de valores, tráfico de droga, entre muitos pequenos assaltos e ajustes de contas. isto deu-lhes uma espécie de poder através do medo criado e do dinheiro que iam fazendo e gastando em casacos caros, motas, carros, hoje os telemóveis e portáteis. a cidade de deus mostra que não há remédio para este vício, só a morte. a justiça acha que não e o povo dúvida.

Read Full Post »